home       contato      

Novidades

 
'Refúgio' de tartaruga-marinha na Ásia está em risco, afirma estudo

Tartarugas-de-couro desovam em praias em península na Indonésia.

27/02/2013 Do Globo Natureza, em São Paulo.

Tartarugas-de-couro desovam em praias em península na Indonésia.
Número de ninhos em faixa litorânea diminuiu 78% em 27 anos.

Um estudo realizado por quatro instituições de pesquisa internacionais aponta que uma espécie de tartaruga-marinha ameaçada de extinção, a tartaruga-de-couro (Dermochelys coriacea), está perdendo um de seus principais habitats para reprodução, localizado no litoral da Indonésia, na Ásia.

A pesquisa foi publicada na revista científica "Ecosphere", nesta terça-feira (26). Pelo menos 75% de todas as tartarugas-de-couro que habitam a parte ocidental do Oceano Pacífico desovam neste "refúgio" indonésio, um punhado de praias na península Bird's Head, de acordo com os cientistas.

Imagem de arquivo mostra filhotes da tartaruga-de-couro no litoral asiático (Foto: AFP/Arquivo)

"Nossas análises indicam que o número de ninhos de tartarugas-de-couro nestas praias diminuiu em 78% ao longo dos últimos 27 anos", disse o pesquisador Petter Dutton, da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica dos EUA (NOAA, na sigla em inglës), uma das instituições responsáveis pela pesquisa.

Além da NOAA, o estudo foi realizado pela Universidade do Alabama, a Universidade Estadual da Papua na Indonésia e a WWF na Indonésia, uma organização ambiental.

O relatório aponta que houve redução significativa na quantidade de ninhos da tartaruga na região litorânea de Bird's Head, considerado um "santuário" para os animais.

"A criação de ninhos de tartarugas nestas praias e em outras ilhas nos arredores depende de haver fontes de alimento disponíveis no mar", afirmou o pesquisador Ricardo Tapilatu, um dos autores do estudo.

Além do declínio das fontes de comida, outros fatores estão afetando o habitat natural das tartarugas, como a presença de porcos e animais domésticos que comem os ovos desta espécie; a caçada humana aos ovos; e a captura acidental dos animais por redes de pesca comercial.

Estes fatores atingem tanto a criação dos ninhos da Dermochelys coriacea quanto sua população, dizem os pesquisadores.

A tartaruga-de-couro está criticamente ameaçada de extinção, segundo a Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas, mantida pela União Internacional para Conservação da Natureza (IUCN, na sigla em inglês).

A instituição estima que o número de tartarugas diminuiu de 115 mil fêmeas adultas, em todo o mundo, em 1982, para cerca de 20 mil na década de 1990. Faltam dados atualizados sobre a população da espécie, segundo o site da organização.









NÓ DE MARINHEIRO
clique para fazer o download


CÓDIGO INTERNACIONAL
BANDEIRAS E FLÂMULAS